Como lidamos com o nosso tempo?

O tempo é igual para todos.

Está à nossa disposição um dia com 24h00 para que possamos desfrutar da nossa vida.

E se o tempo disponível é igual a todos. Mas nossa noção de passado, presente e futuro é diferente, cada um tem uma noção sobre “o passar do tempo”.

O passado é o tempo que não volta mais. Torna-se a nossa história.

O presente é o tempo atual vivido nesse momento.

O futuro é o empo que está por vir.

Parece simples e de fácil entendimento, mas não é!

Você sabia que para muitos o tempo é um empecilho, um obstáculo, uma fonte de ansiedade, angústia e depressão?

Para entender o que representa isso, te digo que essa é uma das questões que mais traz problemas ao ser humano.

Muitos ficam presos no passado,

Outros ficam somente pensando no futuro,

Outros não conseguem viver o presente por causa dessas amarras e param tudo, ficam paralisados por esse paradoxo existencial temporal.

E aí reside a maior fonte de distúrbios e transtornos mentais, tais como ansiedade, fobias, entre outros.

No campo profissional pode se dizer que o tempo é uma das maiores fontes de conflitos organizacionais. Planejamentos, orçamentos, planilhas, cronogramas movem as empresas.

Controle de ponto, horas extras, atrasos, prazos, metas, objetivos, tudo atrelado ao tempo.

Já que o tempo interfere tanto em nossas vidas, porque não valorizamos essa riqueza inestimável, porque teimamos e desafiar o tempo.

É incrível, mas se temos algo a fazer, muitas vezes deixamos “para última hora”.

Quando atrasamos algo tentamos justificar o injustificável,

Quando temos conta para pagar, pagamos no fechamento do banco.

Quando vamos comprar um presente, vamos no último dia.

Quando temos que lembrar algo, as vezes a memoria falha.

Quando somos cobrados de algo, dizemos que não deu tempo.

Quando somos cobrados para uma conversa, uma visita, uma tarefa, dizemos que não temos tempo.

Incrível, num é mesmo!

Porisso a gestão do tempo, a administração do tempo, o controle do tempo é tão importante.

Nossas ações precisam ser dimensionadas com a determinação do tempo que temos disponível para executar nosso propósito.

Precisamos compreender esse dimensionamento e desenvolver o senso de urgência.

Definir o que é prioritária, o que demanda mais tempo, o que é urgente e emergente.

Se a pandemia está deixando lições, certamente uma delas é sobre o uso adequado do tempo.

Como exemplo falo do respirar, que para nós é automático, sobra ar em nossos pulmões.

Mas para aqueles doentes de Manaus o Ar é urgente, e os tubos de oxigênio faltaram.

Sem ar, sem tubo de oxigênio, os doentes foram a óbito. O tempo foi cruel com eles.

O tempo deles foi diferente do tempo dos gestores hospitalares.

Quando o oxigênio chegou, aquelas pessoas já não tinham mais tempo!

O tempo se esgotou.

Senso de urgência é isso, uma luta contra o tempo, contra os obstáculos e limitações determinadas pela vida.

Precisamos diariamente exercer o senso de urgência em nossas vidas.

Diante do tempo não podemos brincar.

Desperdiçar então, nem pensar.

Muitos ocupam seu tempo com coisas fúteis para não pensar nas coisas essenciais para suas vidas, para melhorar suas vidas!

Temos ouvido: Nunca é tarde para começar!

Ou ainda: Antes tarde do que nunca!

São crenças!

São posturas de muitos!

São verdades! Assim como também: Tampo que vai num volta mais!

Ou outra verdade: Tempo é dinheiro!

Você vê como são as coisas!!!

Nenhuma das afirmações está totalmente certa, ou totalmente errada!

Quando se fala em tempo, tudo é relativo!

A minha noção do tempo que passa é diferente da sua noção sobre tempo que passa.

Posso sentir, perceber o tempo passar rápido! Você já pode ter uma percepção de que o tempo está demorando passar! Para um está acelerado, para o outro já está devagar, um marasmo!

Porém o que precisa ser percebido pelos dois é de como o tempo está sendo utilizado, gasto.

Se de maneira produtiva, proveitosa ou de maneira improdutiva, com desperdício!

Realmente é apaixonante falar sobre gestão do tempo!

Talvez ninguém tenha uma fórmula, uma receita, uma diretriz perfeita sobre sua utilização!

Mas faça a sua melhor gestão do tempo! Sua vida agradece!

Um forte abraço,

Arnaldo Pereira dos Santos

Psicologo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *