DICAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE

Quem nesse pais não ficou ansioso durante a quarentena e isolamento social provocado pela pandemia da COVID-19?

Essa pergunta, pelo que já percebia, pelo que vivi e pelo contato que tinha remotamente com muitas pessoas, não foi difícil de responder!

Quase ninguém ficou sem sentir algum tipo de ansiedade nesse período!

Eu mesmo fui vítima da ansiedade durante esse período de pandemia! Várias coisas aconteceram nesse período da minha vida, em razão dessa pandemia, entre elas:

– Comecei a lecionar on line;

– Deixei de conviver com amigos, parentes, com a faculdade;

– Perdi meu emprego em razão da reestruturação da universidade que trabalhava;

– Minha irmã teve contato com uma colega de trabalho que teve COVID-19, e por esse motivo, ficou em isolamento durante 15 dias. Como moro com ela, também fiquei em isolamento. Graças a Deus, o resultado foi negativo para a COVID. Ufahh!

Em razão disso, foi inevitável me sentir bem ansioso Precisei de ajuda especializada para controlar minha ansiedade!

Com as orientações, leituras e conversas pude aprender algumas estratégias para diminuir a ansiedade.

Compartilho com você nesse post.

Importante alertar que caso seu nível de ansiedade esteja elevado, incomodando, impedindo que sua vida siga normalmente, procure ajuda especializada também! Converse com seu médico.

As dicas que te passo são as seguintes:

  1. REDUZA O ESTRESSE DIÁRIO

O estresse é benéfico, ele nos deixa em alerta e atentos, porém descontrolado ele torna-se prejudicial a saúde. Considero bem interessante você avaliar a prática da Meditação, de técnicas respiratórias, de técnicas de relaxamento. Com o tempo de prática você terá benefícios e os mais expressivos são a flexibilidade e fortalecimento muscular, além do aumento da vitalidade e disposição.

  • EVITE PENSAMENTOS NEGATIVOS

Realmente a pandemia trouxe uma enxurrada de notícias negativas. Seja pelos meios de comunicação, seja por amigos e parentes ou presenciando fatos negativos, nossa mente está cansada de ouvir coisas ruins. Comece a avaliar o quanto isso está te afetando, perceba a gravidade desses pensamentos, quanto tempo eles ficam na sua mente e se você, em razão disso, não consegue pensar em outra coisa. Separe o que é realidade e o que sua mente está criando de medos, fantasias e situações ilusórias. A partir daí tente mudar seu estado mental, transformar o pensamento negativo em pensamento positivo, no aprendizado com essa experiência, tente pensar que é uma alavanca para seu amadurecimento e desenvolvimento. Tenho certeza que você sairá melhor do que estava, bem mais experiente, mais equilibrado, valorizando muito mais a vida.

Obs: A PNL pode ajudar na mudança do estado mental, estimulando o pensamento de situações agradáveis, a percepção, em alguns casos até mesmo imaginando, visualizando lugares ou pessoas agradáveis.

Os pensamentos negativos geram sensações fisiológicas desprazerosas (mal – estar, descontrole respiratório, dores musculares.)

  • MANTENHA ATENÇÃO NO PRESENTE

Pense, o passado não muda, o futuro não existe ainda, portanto viva o presente. Isso não quer dizer que você vai deixar de planejar, vai deixar de lembrar dos momentos que já viveu na sua vida. Mas lembre-se, é importante o foco no “aqui e agora”, dar atenção ao momento presente. Pensar dessa forma traz como benefício o aumento da capacidade de análise da situação, além de afetar o julgamento e suas ações e decisões.

  • SEJA MAIS ORGANIZADO

Trabalhar, estudar e viver num ambiente minimamente organizado ajuda no controle da ansiedade. Com o tempo organizado você consegue utilizar melhor seu tempo, uma de suas maiores riquezas. Nesse momento que o trabalho está sendo “Home Office”, você fica mais tempo em casa, cumprindo as tarefas de seu trabalho. Com o ambiente organizado, as tarefas bem divididas e o tempo bem gerenciado, você poderá ter a ansiedade controlada a níveis aceitáveis.

  • DEDIQUE TEMPO PARA SE CUIDAR

Seja capaz de dedicar um pouco de tempo e energia para você mesmo. Autocuidado é a palavra. Sono equilibrado, boa alimentação, descanso, ambiente saudável, boas conversas, uma leitura ou um filme para distrair, esses cuidados possibilitam um ganho em qualidade de vida inimaginável.

  • CONFIE EM SI MESMO (AUTOCONFIANÇA)

Reconhecer suas virtudes e limitações traz um conhecimento sobre sua capacidade e competência. Entender seus pontos fortes e fracos aumenta a confiança em você mesmo. Esse diagnóstico sobre você ajuda a ajustar suas expectativas profissionais e pessoais. Como ganho traz o aumento da sua autoestima e você começará a perceber o quanto você é uma boa companhia, principalmente “para você mesmo”! Então te digo: – Seja uma boa companhia para você mesmo!

Espero que essa turbulência causada pela pandemia, agora já na sua segunda onda de COVID-19, passe logo! Que a vacina chegue ao alcance de todos, e que logo possamos retomar nossas rotinas, preferencialmente com muita saúde, boas histórias e a sensação de que nos tornamos melhores. Espero que as dicas te ajudem a enfrentar a ansiedade!

Um grande abraço

Arnaldo Pereira dos Santos

Psicólogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *